Quando o bebê demora a falar – Sinais de Alerta

 _1120583

O desenvolvimento da criança nos primeiros anos de vida é muito variável, cada uma delas se desenvolvendo em velocidades diferentes, com habilidades diferentes. Porém, para seu desenvolvimento pleno, várias habilidades precisam ser desenvolvidas. Algumas dessas são cruciais para o desenvolvimento da linguagem, comunicação e fala, e se não for observado nas idades apropriadas, vemos como um Sinal de alerta, que pode indicar que a criança precisa ser avaliada por um fonoaudiólogo ou neurologista pediátrico.

A conduta de “esperar para ver”

Em algumas circunstâncias, a abordagem de aguardar para ver se o desenvolvimento da fala ocorrerá normalmente pode ser acertada. Porém, evidências atuais não incentivam que a conduta de retardar o encaminhamento para avaliação de crianças com atrasos em marcos importantes envolvidos com o desenvolvimento da linguagem. Se você acha que o desenvolvimento da fala em seu filho não está normal, é aconselhável a avaliação de um especialista.

Quanto mais precoce a intervenção, mais efetiva ela costuma ser.

SINAIS DE ALERTA:

Antes dos 18 meses:

  • Não dá risadas, grandes sorrisos aos seis meses

  • Não repete sons, sorrisos ou outras expressões faciais aos 9 meses

  • Não vocaliza sons silábicos aos 12 meses

  • Não responde ao seu nome aos 12 meses

  • Não aponta para objetos, não dá tchau, não manda beijos aos 12 meses

  • Não aponta para objetos de interesse aos 14 meses (por exemplo, mostrar um carro passando)

  • Não usa nenhuma palavra aos 16 meses

  • Não imita um adulto bater palmas aos 12 meses

Aos 18 meses:

  • Não usa ao menos 8 palavras com significado

  • Não obedece comandos simples, como “Venha aqui”, “Pare”

  • Não olha para onde um adulto aponta

  • Não brinca de faz de conta com objetos (falar no telefone, alimentar uma boneca)

Aos 2 anos:

  • Não fala nenhuma frase de duas palavras aos 24 meses

  • Não obedece comandos com duas etapas simples (por exemplo: pegue a bola e coloque na caixa)

  • A fala não é entendida 50% por alguém desconhecido

  • Não aponta para figuras em um livro quando questionado

Aos 3 anos:

  • Não fala frases com 3 ou 4 palavras

  • A fala não é compreensível em pelo menos 75%

  • Não consegue responder adequadamente perguntas simples de resposta sim/ não

  • Não responde perguntas simples como: “Quem é este?” ou “Onde está o carro?”

  • Não brinca com outras crianças

  • Gagueja por mais de 6 meses

Aos 4-5 anos:

  • A fala não é compreensível em no mínimo 90% para um estranho.

  • Não usa consistentemente frases complexas com 4 a 5 palavras

  • Não faz várias perguntas como por que, onde, quem, quando.

  • Não conta uma história simples

  • Tem dificuldade em responder perguntas simples de quem, quando, onde.

SINAIS DE ALERTA GERAIS:

  • Qualquer perda de habilidades da fala, vocalizações ou habilidades sociais em qualquer idade

  • Nunca imita gestos ou caretas

  • Não parece entender linguagem falada, ou parece incapaz de escutar

  • Nunca desenvolve palavras, apenas repete o que ouve.

* Sempre que os pais estiverem preocupados com o desenvolvimento de seu bebê, é necessário uma avaliação cuidadosa. Os pediatras têm bastante experiência em diagnosticar doenças, puericultura, e são muito atentos aos atrasos globais de desenvolvimento e motores. Porém, há pouco treinamento na área da linguagem. É importante para o pediatra conhecer a apraxia da fala e os transtornos do espectro do autismo, que são causas comuns de atraso na fala em crianças com menos de três anos.

Atualmente, a Academia Americana de Pediatria (AAP) treinou seus pediatras para realizar um screening em todas as crianças de 18 a 24 meses, o M-CHAT (Modified Checklist for Autism in Toddlers). O espectro do autismo, conforme modificação em sua classificação pelo DSM-V, é amplo, incluindo crianças que apresentam apenas quadro leve, bem como o antigo Asperger e o autismo grave. Quando o diagnóstico e a intervenção precoce se inicia antes dos 3 anos, o prognóstico desses pacientes melhora muito.

 

Anúncios

3 comentários

  1. Ola, gostei mto do texto, mas gostaria de saber se vale para crianças bilingues? Moro no exterior, e minha filha de 2 anos tem contato diario com 3 linguas ( alemao, portugues e inglês). Vai fazer 2 anos essa semana e fala ainda palavras, mas não frases. É normal?
    Atenciosamente Luiza

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s