Baby Blues – A tristeza que bate depois que o bebê nasce

Image

Durante as primeiras semanas após o nascimento do bebê, é extremamente comum aparecerem sintomas como tristeza e ansiedade. De fato, 80% das novas mamães apresentam algum sintoma de “Baby Blues” durante as primeiras duas semanas de vida do bebê. É mais comum que você pensa, e pouco comentado. Muitas mulheres se sentem confusas e inadequadas em se sentirem assim após o acontecimento mais alegre de sua vida: o nascimento de seu filho, e frequentemente sofrem em silêncio. Porém, conversar sobre essas emoções, mudanças e desafios da maternidade é um dos melhores modos de lidar com o Baby Blues.

 

Quais os sintomas mais comuns?

  • Ansiedade, impaciência, irritabilidade

  • Chorar por razão inaparente, sentindo-se emocional, irracional

  • Cansaço extremo

  • Apesar do cansaço, dificuldade para dormir, insônia

  • Tristeza, alterações do humor

 

Qual a causa desses sintomas?

A causa exata não é conhecida, sendo atribuída às alterações hormonais típicas do período, que podem alterar a química cerebral, com consequente risco de depressão. Também importante são os fatores ambientais, como o ajustamento da mãe com o bebê, alteração da rotina familiar, do sono, e emoções relacionadas à maternidade. Estes também contribuem para o surgimento do Baby Blues.

 

Quanto tempo dura?

Ele tipicamente surge no final da primeira semana de vida de seu bebê, oscilando em intensidade a cada dia. Ele deve atenuar até o final do primeiro mês de vida do bebê. Quando os sintomas perduram, ou assumem uma magnitude maior, podem ser um alerta para a depressão pós-parto, e necessitam de aconselhamento.

 

Pode ser depressão pós-parto?

Sempre que os sintomas forem mais intensos, ou se durarem mais que 2-4 semanas após o nascimento do bebê, é necessário que se busque ajuda. A depressão pós-parto traz sentimentos de culpa muito intensos, uma sensação de inadequação para a maternidade, faz com que as tarefas do seu dia sejam muito mais difíceis, gerando um sofrimento psíquico na mãe. Ela em geral sofre sozinha, com medo de revelar seus sentimentos.

 

O que posso fazer para melhorar?

Baby Blues é frequente, afeta praticamente qualquer mamãe, e seus sintomas costumam ceder até o primeiro mês do bebê. É importante que você tente se cuidar.

  • Dormir é um fator importante, então tente esticar mais seu sono quando tiver ajuda, do marido ou membros da família.

  • Alimente-se bem, mesmo que o apetite esteja diminuído.

  • Exponha-se ao sol, ou à luz do dia, por pelo menos 10 a 15 minutos por dia.

  • Assim que liberado pelo obstetra, retorne a se exercitar

  • Busque ajuda do seu círculo familiar, não guarde seus sentimentos negativos. Converse com alguém de sua confiança.

 

Preciso de atendimento médico?

Casos leves de depressão pós-parto e Baby Blues costumam melhorar com o aconselhamento de um médico experiente. Os médicos mais disponíveis nesse período é o obstetra e o pediatra do bebê. É importante que a mãe relate seus sentimentos para que receba orientação e, se necessário, encaminhamento e tratamento. Casos mais severos necessitam de medicação antidepressiva, que junto com aconselhamento melhora bastante a vida da nova família.

 

Se você está sofrendo com emoções semelhantes a que eu descrevi acima, não hesite em buscar ajuda. Converse com alguém que você confie, peça ajuda de sua família, converse com seu médico. Não se sinta culpada ou inferiorizada por estes sentimentos. Apesar de serem comuns, eles não são normais, e podem afetar muito sua vida e de seu bebê. O tratamento, muitas vezes, é simples, e resolvem com mudanças de estilo de vida e orientações gerais. Outras vezes será necessário medicação, que é importante para resolver a química cerebral alterada. Sempre associe terapia à medicação, pois acelera a resolução dos sintomas. 

Gostou do post? Compartilhe!

Deixe um comentário.

 

 

 

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s