COISA DE MENINO, COISA DE MENINA…

20130817-20130817-20130817-_1070068

Há algum tempo li o livro da Lise Elliot, “Pink Brain, Blue Brain – How Small Diferences Grow into Troublesome Gaps – And What We Can Do About It”.

Ela é uma neurocientista americana que estudou exaustivamente o assunto, revisou artigos, especializou-se em neuroplasticidade, e acabou rendendo este livro, que gostei bastante. Lise argumenta que o cérebro de um bebê é tão maleável que pequenas diferenças ao nascimento se tornam amplificadas com o tempo, quando pais, professores e as crianças de convívio, bem como a cultura em que o bebê está inserido, reforçam estereótipos de gênero.

Meninos não são realmente “melhores em matemática”, mas sim em alguns tipos de raciocínio espacial. Meninas não são naturalmente mais empáticas que os meninos, e sim é dado mais liberdade que elas expressem seus sentimentos.

Como mãe de três meninos, é importante pensar se os estímulos que oferecemos aos nossos filhos estão limitando seus potenciais ou não.

Em um mundo cada vez mais complexo, precisamos que nossos meninos tenham mais inteligência emocional e sensibilidade, e que nossas meninas tenham mais habilidades espaciais e tecnológicas.

Obviamente, genes e hormônios são responsáveis em criar diferenças entre meninos e meninas, mas o modo em que nós e a sociedade interage com nossas crianças acabam sendo muito mais poderosos que a própria natureza.

Quando entramos numa loja de brinquedos, notamos a demarcação nítida da ala de brinquedos de menina e a de menino. Na tentativa de incentivar meus filhos em vários tipos de brincadeira, tive algumas dificuldades em encontrar brinquedos que pudessem ser usados por eles sem serem rosa. Por exemplo: conjunto de chá, panelas, cozinhas. Outro exemplo: queria achar um boneco bebê menino para meu primogênito para prepará-lo para a chegada dos irmãos. Impossível! Todos os bonecos bebês disponíveis são femininos, e rosa! Precisa mesmo ser tudo rosa?

Meus filhos são muito novos ainda, o primogênito tem apenas 2 anos. Mas já noto que eles têm uma preferência maior por “brinquedos de menino”: carro e bola. Mesmo assim, acho um mimo quando meu mais velho pega o boneco “Pocoyo” dele, abraça-o, nina, beija, coloca para dormir, alimenta-o. Certo dia notei que ele brincava com o Pocoyo e o Cebolinha, ora ninando um, ora o outro, e os dois foram colocados para dormir. Ele também tem gêmeos…

Existem ainda pessoas que pensam que este tipo de incentivo em meninos pode acabar em desenvolver homossexualidade. Porém não é assim que a coisa funciona. Estimular o menino em pintura, brincar de casinha, fazer comidinha não trará tendências homossexuais. Até porque a homossexualidade não está intimamente ligada com o ambiente (nurture), e sim com a natureza do indivíduo (nature). Literalmente, um indivíduo nasce homossexual. Não há como arrancar isso dele. Os pais, obviamente, tentam estimular a criança que já demonstra inclinação na infância em atividades compatíveis com seu gênero. Porém, isto não parece fazer tanta diferença no futuro.

Como vocês lidam com a questão do estímulo a atividades com suas crianças? Tendem a se manter mais limitados ao gênero dela ou incentivam amplamente? Já pensaram nisso?

 

Deixe seu comentário.

 Gostou do post? Compartilhe!

4 comentários

  1. Com muito bate perna achei numa loja de 1,99 um conjunto de vassoura e pazinha azul para o meu filho que nos vê e quer ajudar a limpar a casa e online consegui comprar forno microondas, torradeira e liqüidificador pretos para ele curtir sua fase de fazer comidinha, “papá”, para nós!

    Curtir

  2. Que legal De, mas não precisaria ser tão difícial assim. Aqui em casa ja comprei carrinhos pra Ceciela adora. Também curte muito jogar bola com o papai.até eu enjoo do rosa!

    Curtir

  3. Concordo com o texto, até mesmo porque em tempos atuais homens e mulheres fazem as mesmas tarefas como trabalhar fora e levam o sustento as suas famílias, assim como cozinhar, cuidar da casa e filhos, diferente dos tempos onde era tabu.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s