Sono na Infância – Técnicas de Higiene do Sono

 

Soninho bom...
Soninho bom…

Houve bastante repercussão o post anterior sobre o sono do bebê, várias pessoas compartilharam suas dificuldades. Naquele post não entrei em detalhes sobre algumas dicas práticas sobre o manejo, até porque fórmulas mágicas não existem e as técnicas a serem utilizadas não funcionam uniformemente em todas as crianças. Isso sem falar que alguns métodos acabam indo contra a linha de pensamento da família.

Falei anteriormente sobre o ciclo circadiano, que é um conjunto de processos fisiológicos que regulam o organismo num ciclo de aproximadamente 24 horas, responsável por nos manter acordados durante o dia, dormindo à noite, além de controlar diversas funções no nosso corpo. Ele é influenciado principalmente pela luz solar ou luz ambiente, e pela rotina diária.

O bebê recém nascido não tem seu ciclo circadiano bem desenvolvido ainda. Isso se deve principalmente à falta da luz. O hormônio que “induz sonolência” à noite é a melatonina, que somente é secretada quando não estamos expostos à luz. Portanto, não é esperado que um bebê nos primeiros meses de vida tenham a capacidade de esticar seu sono no período da noite.

A regulação do ciclo circadiano do bebê após o nascimento é um assunto que vem sendo cada vez mais estudado, e alguns artigos que se dedicaram a isso puderam determinar que eles levam em média 6 semanas de vida para demonstrar um padrão circadiano de funcionamento, e vão se tornando mais consolidados durante o primeiro ano de vida. Note que não significa dormindo a noite toda, e sim, regularidade nas alimentações e regulação do padrão de sono (sonecas e sono da noite).

Os principais determinantes da transformação do ciclo normal do recém nascido (chamado ultradiano, com ciclos variáveis de criança a criança, entre 2 a 8 horas) para um ciclo circadiano (entrainment) é bastante dependente da rotina do lar, iluminação do ambiente e habilidade dos pais, bem como fatores internos da maturação neuro-hormonal do bebê.

Ufa. Muita informação, não é? Not really! Para quem se interessa pelo assunto, há muito mais. Porém, pais exaustos não têm muita disposição de pesquisar a fundo e gostam mais de orientações “mãos à obra”. Mesmo assim é importante obter um pouco de informação para melhorar as habilidades de manejo com seu bebê.

Assim, que posso orientar para pais privados de sono de coisas que podem fazer para ajudar seus bebês a dormir melhor::

  • Exposição à luz – como fazer

    – Manter o bebê em ambiente claro durante o dia, preferencialmente com luz natural, mesmo durante o sono

    – Expor o bebê à luz do sol pela manhã por alguns minutos, 15 a 30 minutos, em horário apropriado (antes das 10h), mesmo em dias nublados.

    – Após anoitecer, evitar que o bebê fique em ambientes muito iluminados. Reduza a luz o máximo possível do ambiente.

  • Rotina

    – Mantenha uma rotina com seu bebê, diferenciando bem atividades diurnas de atividades noturnas. Por exemplo, muitas crianças, mas não todas, relaxam após o banho. Técnicas de massagem \ shantala são interessantes de serem usadas como um indicador que a hora de dormir está chegando.

Estas dicas podem ser seguidas desde o primeiro dia do bebê e são importantes para ajudar em sua regulação.

Alguns bebês, contudo, têm o que se chama de “ciclo livre” (free running rhythm) e são pouco influenciados por pistas sociais da rotina e da luz, funcionando livremente. Não se sabe porque isso acontece, e durante o primeiro ano de vida não se classifica (ainda) como um distúrbio do sono, embora seguir as orientações básicas acima seja recomendável com estas crianças.

Para bebês maiores e crianças:

  • Fazer um registro do sono diariamente, por 1 a 2 semanas, anotando horário de dormir e acordar da criança pode ajudar muito um especialista em sono a identificar o ciclo de sono \vigília e diagnosticar possíveis distúrbios, podendo dar orientações mais direcionadas para tentar ajudar a criança a dormir mais à noite.
  • Manter um horário fixo para acordar e para dormir é primordial, mesmo nos finais de semana, pois ele acaba fazendo um reset no ciclo circadiano. A orientação é: abrir as janelas, deixar a claridade entrar 30 minutos a 1 hora antes da hora de acordar, independente de quão difícil foi a noite. Seguir dormindo de manhã para tentar compensar o sono da noite não é uma boa idéia a médio prazo. Se somente a claridade não desperta a criança, aumentar a movimentação da casa, ligar música, conversar com a criança, chamar atenção para alguma atividade preferida.
  • Fazer uma rotina semelhante nas duas horas antes do sono, que inclui atividades predizíveis e reconhecíveis para a criança.
  • Reduzir ao máximo o uso da televisão, durante o dia, e banir a televisão à noite. Evite mesmo programas para os pais no mesmo ambiente onde está o bebê ou a criança.
  • Evitar atividades estimulantes à noite, preferindo brincadeiras mais tranquilas.
  • Atividade física durante o dia ou brincadeiras mais ativas durante o dia são recomendáveis.
  • Reduzir ou até suprimir alimentações durante a madrugada, conforme liberação do pediatra, após 3 a 6 meses de idade.

     

    – Padrão de sonecas diurnas

  • Atenção às sonecas do dia. Cada criança é um pouco diferente em seu padrão de sonecas durante o dia, mas pode se seguir à orientação geral de:

3 meses a 1 ano: 2 a 3 sonecas, totalizando 3-4h de sono diurno

1 – 2 anos: 1 soneca de 2 horas

2 – 3 anos: 1 soneca de 1 hora

Após os três anos, a criança pode ou não necessitar de uma soneca. Se notar que ela precisa, não se deve privá-la disso. Porém é recomendável que esta soneca não ultrapasse o tempo de 1 hora.
Mas como fazer meu bebê dormir?

  • Aqui é a parte onde todos os livros fornecem suas mágicas receitas. Este é um assunto com quase nenhum embasamento científico, e gera sempre fortes opiniões de seus defensores e críticos.

Nos primeiros três meses de vida, usei as orientações de Harvey Karp, um pediatra norte-americano que orienta que os bebês sejam enrolados firmemente para dormir, white noise, e suave balanço para ninar o bebê. De forma geral funcionou bem com meus três filhos. Li o livro (O bebê mais feliz do pedaço – The Happiest baby on the block), porém achei repetitivo, monótono. Acho mais prático orientar aos pais que assistam o vídeo no YouTube.

http://youtu.be/TmqYWHDCgX0
Para bebês maiores de 3 meses não me sinto capaz de orientar alguma técnica de como lidar com seu bebê, como colocá-lo para dormir, se deve deixá-lo chorar no berço ou não, se deve evitar fazer dormir no colo, se pode dormir ao seio ou não. Não é confortável agir de forma incisiva em um assunto tão pouco estudado.

 

Estou fazendo uma cuidadosa revisão de artigos sobre o manejo dos pais e sua relação com os acordares noturnos, para poder formar uma opinião mais informada e oferecer orientações mais informadas aos pais. Ainda retornarei ao assunto, certamente.
Para quem se interessar em ler mais, achei um artigo bem interessante tentando relacionar as técnicas dos pais com o sono do bebê. Gostei bastante. Aí vai o link do arquivo em PDF.

– Parenting and Infant Sleep – A. Sadeh et al. – Sleep Medicine Reviews 14 (2010)

http://www.tau.ac.il/~sadeh/clinic/Sadeh%202010%20-%20Parenting%20and%20infant%20sleep%20-%20review.pdf

 

Gostou do post? Compartilhe!

Deixe um comentário.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s